sábado, 19 de setembro de 2009

Quanto vale o amor?




"É mais difícil ser gorda hoje em dia, quando o padrão estético é quase encarado como parte do caráter?"



"Quanto vale o amor? Me perguntam se eu namoraria uma gorda. E eu devolvo: mas como ela é? É legal, é bacana, é inteligente. o que ela faz? O que importa é o que as pessoas são. Minhas namoradas sempre foram fora de algum padrão e isso me orgulha. E pode dizer aí que Fabiana é meu melhor par romântico”, diz Michel"

Leia mais em Extra


2 comentários:

Welton Nogueira disse...

Bem pertinente a sua postagem.
às vezes, perdemos a oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas porque nos prendemos a padrões, rótulos e estereótipos impostos pela sociedade.

Kátia Ruivo disse...

Vivemos a cultura da aparência, do exterior. Se vc não está nos padrões globais, não se encaixa. Felizmente acho que as pessoas estão começando a acordar para essa problemática, acho que ainda há esperanças...

Ótimo blog, adorei!
bjs