sábado, 12 de abril de 2008

O Astronauta

Não sentiria tenra ternura
Se não soubesse conquistar
Tentaria alcançar o mundo
Mas o mundo iria me parar

Resolvi conquistar uma estrela
Só sendo um astronauta vívido
Vivido
Para a luz dela aproveitar
Não se ofuscar
E maravilhosamente
Por sua gravidade me deixar levar...

Me puxe para ti, ó minha conquista!
A sua beleza eu sei contemplar
Sou o seu astronauta
E você minha grandeza estrelar!


"Todas as vezes que eu escrevo uma coisa legal, me dá mais vontade de escrever e minha mente "desenferruja"!"

(

2 comentários:

Madamefala disse...

Alexandra vi teu blog na comunidade: "Adoro ler"...gostei muito!!!!
Suas poesias são ótimas!
Gostei em particular de "acorda amor".
Parabéns!
Posso linkar vc no meu blog?

p.s.http://madamefala.blogspot.com

marcialopes disse...

Eu tb gostei muito do seu blog, Alexandra. Liquidificadorizar é preciso...